Notícias

Ford investe R$ 800 milhões em São Bernardo

Fábrica fará novo carro global

A Ford revelou na terça-feira, 6, mais uma parte de seu programa de investimento no Brasil, no total de R$ 4,5 bilhões de 2011 a 2015. Desta vez a fábrica comtemplada foi a antiga planta de São Bernardo do Campo (SP), que a Ford comprou da Willys em 1966. A última grande modernização da linha de produção de automóveis havia sido feita no fim dos anos 1990, quando a unidade começou a fabricar seus compactos globais Ka e Fiesta. Agora São Bernardo vai receber R$ 800 milhões para voltar a produzir lá um novo carro global da marca – hoje são fabricados só dois modelos locais, o Ka brasileiro e a picape pequena Courrier.

O anúncio do novo investimento em São Bernardo foi feito somente após o fechamento de negociações com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, que aceitou algumas concessões para garantir o aporte na fábrica.

A Ford não confirma essa informação, mas o carro a ser produzido no ABC paulista provavelmente será um compacto que substituirá os atuais Fiesta RoCam e Ka a partir de 2014, já que nenhum desses dois modelos são globais e até 2015 a Ford promete globalizar integralmente o seu portfólio de produtos fabricados no Mercosul, dentro da estratégia traçada pelo plano One Ford.

Essa estratégia começa a ficar mais visível a partir do ano que vem. “Em 2012 lançaremos mais três modelos globais aqui, com 15 configurações diferentes”, disse Marcos de Oliveira, presidente da Ford Brasil e Mercosul. “É mais uma etapa do processo de globalização previsto no plano One Ford”, completou. O primeiro desses lançamentos será o novo EcoSport, desta vez um projeto global tocado pelo centro de desenvolvimento brasileiro da companhia, localizado na planta de Camaçari (BA), que será produzido em diversas plantas. Na sequência deve vir a nova família de picapes médias Ranger, desenvolvida pela subsidiária na Austrália e já apresentada em salões ao redor do mundo este ano, que será fabricada na Argentina com novos motores diesel também feitos lá (que substituem os MWM usados atualmente).

Daí para frente Oliveira não confirma nada, mas o próximo global da lista de 2012 deverá ser o novo Focus, programado também para a planta argentina. O New Fiesta, vendido aqui importado do México, deve entrar em produção na fábrica baiana da Ford só a partir de 2013.

Verba dividida e novos aportes

Com o anúncio do investimento em São Bernardo, a Ford praticamente terminou a divisão da sua verba de R$ 4,5 bilhões a serem investidos no Brasil até 2015. No mês passado a empresa divulgou o aporte de R$ 500 milhões para ampliar a capacidade da fábrica de motores de Taubaté (SP). Em outubro, R$ 455 milhões foram destinados à operação de caminhões, também, em São Bernardo, para a produção de um modelo extrapesado nos próximos anos. Os R$ 2,7 bilhões restantes do programa serão destinados à Ford Nordeste, algo como 90% na unidade de Camaçari e um pouco também na Troller, em Horizonte (CE).

“Entre 2012 e 2015 teremos uma enxurrada de novos produtos Ford na região”, prometeu Oliveira. Com isso, é bastante provável que o volume de investimento previsto sofra nova alteração para cima.

 

Fonte: Automotive Business

Ford Dimas

Fotos

Interessado num carro novo?

1 + 5 = ?

Ligue para nossas lojas

Horário de funcionamento