Notícias

Ford lança Fusion Hybrid

A Ford apresentou há pouco à imprensa a versão híbrida de seu sedã de luxo Fusion (o mesmo dado ao presidente Lula durante o Salão do Automóvel). Agora o modelo é vendido ao consumidor brasileiro em três opções: 2,5 Hybrid, 2,5 a gasolina e 3,0 V6. Apesar de fazer parte do que a fabricante chama de “geração verde”, o alvo do modelo não são os consumidores preocupados com o meio ambiente, mas aqueles que não resistem aos produtos de última tecnologia – ainda que paguem muito mais pela novidade – e empresas que querem fazer bonito, sustentavelmente falando.

Para a Ford, o Fusion é o primeiro carro totalmente híbrido do Brasil (full-hybrid), já que – diferente do Mercedes S400 Hybrid, lançado aqui em julho – o sistema de tração consegue operar no modo puramente elétrico até a velocidade de 75 km/h.

Acima disso, ou enquanto “esquenta”, é acionado o motor a gasolina. “O Fusion Hybrid , ao contrário dos veículos puramente elétricos, não tem restrições de autonomia nem depende da criação de uma estrutura externa, como os híbridos recarregáveis na tomada”, disse Klaus Mello, gerente de Engenharia de Veículos da Ford. Segundo ele, outra vantagem é que o modelo "consome o equivalente a um carro popular pelado".

O Fusion Hybrid possui uma bateria de níquel-metal, que é recarregada automaticamente nas frenagens, ao tirar o pé do acelerador ou com a ajuda do motor a gasolina, no caso de estar em velocidade constante. No test-drive feito hoje, na cidade de São Paulo, o motor a combustão foi acionado várias vezes após a partida. A informação veio do painel interativo, disponibilizada em inglês, francês ou espanhol, únicas opções de idioma. Em quatro telas diferentes, o motorista fica sabendo, entre outras coisas, o nível de combustível, carga da bateria, consumo médio e instantâneo de gasolina, e o consumo de energia dos motores a combustão e elétrico.

Nos três tipos de construção possível para o híbrido full – em série, paralelo e dividido –, o Ford Fusion usa esta última, em que o motor a gasolina, o motor elétrico e o gerador estão integrados à transmissão. Com potência de 193 cv – 158 cv (torque de 184 Nm) gerados pelo motor Duratec 2,5-litro mais 107 cv (torque de 225 Nm) do motor elétrico – o Fusion Hybrid acelera de 0 a 100 km em 9,1 segundos, de acordo com dados da fabricante.

O conforto, a exemplo das outras versões do Fusion, é ponto alto no híbrido também. Destaque para a partida silenciosa e para o ar-condicionado elétrico, que, ao contrário do S400, não depende do motor a gasolina para ser acionado e, portanto, não deixa de funcionar quando o motor desliga automaticamente.

O carro tem três anos de garantia, oito anos para a bateria, e está disponível em versão única por R$ 133,9 mil. Além de economia de combustível e baixa emissão de poluentes, o proprietário do modelo leva, entre outros itens, sete airbags, transmissão continuamente variável e-CVT, teto solar elétrico, abertura das portas por teclas, acendimento automático dos faróis, direção elétrica, espelhos retrovisores elétricos, aquecidos e com luz de aproximação, piloto automático, sensor de pressão dos pneus, banco do motorista elétrico com 10 direções, chave configurável MyKey, sistema de monitoramento de pontos cegos e tráfego cruzado, câmera de ré e sensor de chuva.

A Ford diz que não espera repetir no Brasil o sucesso do Fusion nos Estados Unidos, país onde o modelo tem 33% das vendas no segmento de sedãs de luxo, seguido pelo Azera (24%), Corolla Altis (15%), Vectra Elite (10%), Jetta (9%) e Civic EXS (3%). Os compradores não serão os motoristas ecologicamente corretos, mas os que podem e querem pagar RS 133,9 mil para ter primeiro tecnologias de ponta. Estão também na lista de clientes empresas que querem ter um exemplar sustentável em sua frota de veículos. Os demais terão de torcer para que a tecnologia híbrida – tida como futuro do dos automóveis – ganhe incentivos fiscais do governo e chegue aos modelos com preços mais acessíveis.

A versão 2,5 SEL do modelo 2011 sai por R$ 82,160 ou R$ 86,160, com teto solar. Já a versão 3,0 V6 custa R$ 103.360 ou R$ 107.360, com teto.


Fonte: WebMotors

Ford Dimas

Fotos

Interessado num carro novo?

Ligue para nossas lojas

Horário de funcionamento