Notícias

Ford revela que novo EcoSport terá motor inédito

A Ford prepara a vinda do novo EcoSport para o Brasil nos próximos meses. O modelo será até apresentado no Salão do Automóvel de Buenos Aires, em junho para desembarcar em nosso País em seguida, mas a marca dá pistas de que seu famoso SUV vai receber motor mais disposto, econômico e menos poluente. O novo propulsor 1.5 flex de três cilindros vai equipar não apenas o utilitário esportivo, mas é possível que vá para outros automóveis da marca num futuro próximo. Segundo a Ford, o motor 1.5 flex de três cilindros promete ser um ponto forte da marca nos próximos anos. Isso porque é menor e produzido com componentes de materiais nobres para ficar mais leve para garantir maior desempenho, mostrando aquilo que existe de mais moderno na engenharia automotiva. Uma prova é que o fabricante vai comercializá-lo globalmente. Os números mostram que o novo motor é capaz de gerar 137 cavalos de potência. É disposição com racionalidade e inteligência para beber menos.
Pelo resultado obtido de torque e potência, vai disputar com motores de dimensão maior da concorrência que têm potência semelhante, a exemplo dos produzidos pela Honda e Jeep, que são maiores e mais pesados. A Ford anda tão empenhada na questão de propulsores que promoveu um Seminário de Motores, na última sexta, na capital paulista, num evento que contou com o monistro da Indústria e Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, além de experts em eficiência energética do País. A marca trabalhou não só na estrutura do motor, mas no isolamento acústico para garantir menos ruído para o carro. Os detalhes serão dissecados para a imprensa na época do lançamento.
FORDO EcoSport é o pai dos SUVs compactos. Lançado em 2003 abriu o mercado de pequenos utilitários esportivos no País. Andou sozinho por anos e virou uma febre. A concorrência demorou a entrar na briga, mas hoje praticamente todas as marcas possuem um representante da categoria. E isso afetou muito as vendas do EcoSport. Agora, para voltar para a briga, a marca fez reestilizações. Já apareceu no Salão do Automóvel de Detroit e será vendido nos Estados Unidos em 2018. Lá fora apareceu sem o estepe na tampa traseira. Para o Brasil ele permanecerá com o pneu exposto na mala. A justificativa para manter o suporte do lado externo é que precisaria mexer muito no veículo o que implica em altos investimentos de engenharia. Para o exterior isso é possível por causa da legislação e lá fora tem, inclusive, carros rodando sem estepe sem risco de levar multa. 

Ford Dimas

Fotos

Interessado num carro novo?

5 + 12 = ?

Ligue para nossas lojas

Horário de funcionamento