Notícias

Ford vai reviver um clássico para brigar entre sedãs de luxo

A Lincoln, marca de luxo da Ford, vai reviver o nome Continental para melhorar sua posição na briga entre sedãs de luxo, com os novos Cadillax CT6 e Jaguar XF, além dos alemães Audi A8, Mercedes-Benz Classe S e BMW Série 7, que fazem sucesso principalmente na China.

O protótipo do novo Lincoln Continental foi apresentado nesta segunda-feira (30), em uma prévia do salão de Nova York, que começa nesta quarta-feira. Ele é equipado com motor V6 de 3.0 litros com EcoBoost. O Continental foi um sedã que repsentava alto luxo nas décadas de 1950 e 1960, e se tornou o meio de locomoção de celebridades e líderes mundiais.

Lincoln Continental Concept (Foto: Brendan McDermid / Reuters)

A Ford aposentou o nome Continental em 2002 e passou a batizar os modelos com siglas, MKZ e MKC, por exemplo. O conceito mostrado em Nova York aponta para uma nova direção de desenho da Lincoln, mais próxima de Bentley e Jaguar, do que das rivais alemãs.

O modelo de produção já está confirmado para 2016 e fará parte de uma renovação de US$ 2,5 bilhões para a marca de luxo da Ford, que atualmente está atrás de BMW, Mercedes, Audi, Cadillac e Lexus, mesmo nos Estados Unidos.

Até 2020, a Ford pretende que a Lincoln ultrapasse 300 mil unidades vendidas ao ano - cerca de 3 vezes o volume atual, segundo afirmou o presidente do grupo, Mark Fields.

Neste plano, o maior mercado é a China. A Lincoln está ampliando o número de concessionárias no maior mercado do mundo para 25, ante 11 atualmente, mas por enquanto não anunciou planos de produzir localmente. A GM já afirmou que produzirá seu novo sedã de luxo, o Cadillac CT6, na China.

Lincoln Continental Concept (Foto: Divulgação)
Ford Dimas

Fotos

Interessado num carro novo?

Ligue para nossas lojas

Horário de funcionamento