Notícias

Saiba o que a Ford fez pelo meio ambiente

A Ford comemorou o Dia Mundial do Meio Ambiente neste sábado, 5, com atividades nas fábricas. O programa incluiu oficinas de brinquedos, cestaria, tapeçaria e papel reciclado e exposição de móveis feitos com pneus, vassouras de garrafa pet e materiais reciclados, além de materiais de limpeza produzidos a partir de óleo de cozinha usado, em parceria com cooperativas, ONGs e empresas públicas.

“O desenvolvimento sustentável é um dos pilares da visão de negócios da Ford. Ele está presente na criação de veículos mais eficientes e limpos, no aprimoramento da gestão ambiental em toda a cadeia produtiva e nas ações sociais e educativas promovidas pela empresa na comunidade”, disse Edmir Mesz, engenheiro ambiental da Ford Brasil.

Ele explica que a Ford foi a primeira montadora a ter todas as suas fábricas no mundo certificadas pela norma de gestão ambiental ISO 14001 e continua a ser um exemplo de sustentabilidade. É também uma das fundadoras e a única empresa do segmento automobilístico no Brasil a fazer parte do GHG Protocol, grupo criado a partir do Protocolo de Kyoto para medir a quantidade de gás carbônico emitido pelas indústrias e traçar metas para a sua redução.


NA PRÁTICA

Mesz destaca que resultados práticos dessa política com avanços da marca na direção de uma produção mais limpa e eficiente. A Ford conseguiu reduzir em 1% a emissão relativa de CO2 (quantidade emitida por cada veículo produzido) em 2009 e já compensa 37% do total de emissões desse gás. Nos últimos quatro anos, obteve também reduções importantes no consumo de energia elétrica (10%), água (22,5%) e gás natural por veículo produzido (43%), além de diminuir em 34% a geração de resíduos em todo o processo.

A produção de veículos com maior conteúdo reciclável é outra preocupação da Ford, onde todos os carpetes dos veículos produzidos no Brasil utilizam PET reciclado na produção. Cada veículo utiliza de 5 kg a 7 kg do material, aplicado também em porta-pacotes, forração de teto, caixa de roda e manta acústica. Para produzir 3 kg de PET reciclado são necessárias, em média, 60 garrafas PET.

Uma das iniciativas recentes nessa área foi a instalação de um regenerador de gases da pintura na fábrica de São Bernardo do Campo, SP. O equipamento, com cerca de 200 toneladas, elimina até 99% das partículas em suspensão geradas no processo de secagem nas estufas e libera na atmosfera somente vapor d'água e menos de 1% de CO2. A fábrica adotou ainda uma nova geração de robôs de pintura (tecnologia Ecobell 2M), que reduz o consumo de tinta e a emissão de compostos orgânicos voláteis em 15%.


ÁRVORES

A fábrica da Ford em Camaçari, na Bahia, já plantou 120 mil mudas na área de florestamento em torno do complexo. Há espécies nativas como embaúba, ipê roxo, jacarandá, pau-brasil, jatobá, e palmeira-cica, produzidas no viveiro da unidade. Projetos similares foram desenvolvidos no Campo de Provas de Tatuí, SP, (1.076 mudas nativas) e na fábrica de Taubaté, SP, (200 mudas).

A Divisão Troller, incorporada em 2007, plantou 284 árvores nativas da Mata Atlântica na região de Guarapuava, no Paraná, para neutralizar as emissões dos veículos participantes da Copa Troller no ano passado.
Ford Dimas

Interessado num carro novo?

Ligue para nossas lojas

Horário de funcionamento